Posts Tagged ‘recorde mundial’

Três recordes mundiais no australiano de curta

agosto 11, 2009

Três recordes mundiais caíram em menos de duas horas, no campeonato australiano de curta em Hobart, na segunda-feira.

Libby Trickett quebrou seu próprio recorde mundial dos 100m livre feminino, em seguida, Christian Sprenger quebrou o recorde masculino 200m peito e Emily Seebohm fechou à noite, vencendo o 100m medley feminino.

Trickett, que perdeu o seu 100 livre no mundial de longa para Britta Steffen, marcou 51s01.

Sprenger fez 2m01s98 nos 200m peito.

Seebohm de apenas 17 anos, cravou 58s54 e estabeleceu o novo recorde dos 100m medley.

Anúncios

Cavic bate recorde mundial dos 100m borboleta

julho 31, 2009

O americano Michael Phelps não precisou se esforçar muito para garantir uma vaga na final dos 100m borboleta do Mundial de Esportes Aquáticos de Roma, mas vai ter que brilhar na decisão deste sábado para levar o ouro. Segundo melhor do dia, o americano viu o sérvio Milorad Cavic voar na piscina do Foro Itálico e bater seu recorde mundial (50s22) com o tempo de 50s01.BZZIPORMGABKBLO_20090731144736

 

Gabriel Mangabeira se classificou para a final com o sexto melhor tempo.

Biedermann bate recorde mundial dos 200m livre

julho 28, 2009

O alemão Paul Biedermann destruiu o recorde mundial dos 200m livre que pertencia à Micheal Phelps, o alemão marcou 1:42.00. Phelps tocou a parede com 1:43.22.

0,,21485793-EX,00

 

Phelps tinha o antigo recorde mundial com 1:42.96 feito nas Olimpíadas de Pequim.  Biedermann também disse achar que Phelps não está na sua melhor forma e apontou para a longa pausa de Phelps após Pequim como um motivo.

Logo após bater a mão na parede e perceber que ficou sem o ouro, Phelps amarrou a cara e saiu da água sem cumprimentar ninguém, balançando a cabeça em sinal de desaprovação. Enquanto isso, Biederman correu para arquibancada e abraçou seu técnico, aumentando ainda mais a gritaria da torcida alemã. O vencedor vestia o novo modelo da Arena, o X-Glide, enquanto Phelps se manteve com o lZR Race.

Foi a primeira vez que Phelps perdeu os 200m livre desde 2004. E o americano nem teve tempo de curtir a fossa. Assim que deixou a piscina principal, foi obrigado pelo técnico a cair na de treino, para “soltar”. O nadador não gostou da instrução e reclamou, mas teve que cumprir a ordem, já que volta à piscina no fim da sessão para as semifinais dos 200m borboleta.

Pouco depois, ele subiu no segundo degrau do pódio para receber a prata. Levantou os braços para a torcida americana com um sorriso tímido. Quando o ouro foi entregue a Biederman, o sorriso foi muito mais empolgado, assim como os gritos que vinham das arquibancadas. E aí, sim, os dois trocaram um aperto de mão, antes de o hino alemão tomar conta do Foro Itálico.