Archive for julho \31\UTC 2009

EUA leva o 4×200 livre masculino

julho 31, 2009

Na abertura do revezamento 4×200, Phelps mais uma vez ficou para trás de Paul Biedermann, assim como na prova individual. Mas no final os EUA conseguiram se impor e apesar do susto que os russos deram, levaram o ouro com o tempo de 6m58s55. A Rússia marcou 6m59s15 e a Austrália 7m01s65.

l3938590

Húngaro surpreende e ganha os 200m peito

julho 31, 2009

Numa prova muito equilibrada, o ouro nos 200m peito ficou com o húngaro Daniel Gyurta com 2m07s64, seguido pelo americano Eric Shanteau com 2m07s65, pelo lituano Giedrius Titenis e o australiano Christian Sprenger, ambos com 2m07s80. Os 2 primeiros terminaram muito perto mas o húngaro surpreendeu o favorito e venceu na batida de mão.

l3938386

 

Henrique Barbosa, esperança de medalha, nadou sempre perto dos primeiros colocados mas no final terminou em sétimo.

Sérvia vence os 200m peito

julho 31, 2009

Numa prova no mínimo engraçada, a sérvia Nadja Higl leva o ouro dos 200m peito com 2m21s62. Isso porque a maior parta da prova foi dominada pela americana campeã olímpica Rebecca Soni. A americana chegou a abrir 2 segundos de vantagem sobre as rivais nadando 1s abaixo do recorde mundial. Mas no 50m finais, travou e viu 3 adversárias passarem por ela e fecharem a prova. A canadense Annamay Pierse conquistou a medalha de prata, com 2m21s84. Bronze em Pequim, a austríaca Mirna Jukic foi a terceira, com 2m21s97.

l3938400

Aaron Peirsol não erra, ganha ouro e recorde mundial nos 200m costas

julho 31, 2009

Hoje Aaron Peirsol se redimiu do erro nos 100m costas e levou o ouro e o recorde dos 200m do mesmo estilo, com o tempo de 1m51s92. Ele nadou tão bem que chegou com boa vantagem sobre os adversários. A prata ficou com o japonês, que antes prometera quebrar o recorde da prova no mundial, com o tempo de 1m52s51 e a prata para Ryan Lotche com 1m53s82.

l3938325

Britta Steffen leva os 100m livre com direito a recorde

julho 31, 2009

A alemã  Britta Steffen que já havia quebrado o recorde mundial dos 100m livre quando abriu o revezamento 4x100m para a Alemanha, bateu outra vez a marca hoje. Só que desta vez na final individual, com 52s07, e levou o ouro na decisão.

l3938230

 

A outra forte candidata, a australiana Lisbeth Trickett, começou bem mas não manteve o ritmo e terminou apenas com o bronze, com o tempo de 52s93. A prata ficou com a britânica Fran Halsall com 53s05.

Cavic bate recorde mundial dos 100m borboleta

julho 31, 2009

O americano Michael Phelps não precisou se esforçar muito para garantir uma vaga na final dos 100m borboleta do Mundial de Esportes Aquáticos de Roma, mas vai ter que brilhar na decisão deste sábado para levar o ouro. Segundo melhor do dia, o americano viu o sérvio Milorad Cavic voar na piscina do Foro Itálico e bater seu recorde mundial (50s22) com o tempo de 50s01.BZZIPORMGABKBLO_20090731144736

 

Gabriel Mangabeira se classificou para a final com o sexto melhor tempo.

Sueca bate recorde dos 50m borboleta e brasileira vai à final

julho 31, 2009

A holandesa Marleen Veldhuis, que em abril estabelecera o recorde mundial da prova – 25s33, nadando em Amsterdã – baixou ainda mais sua marca nesta sexta-feira: 25s28. Mas durou. Ainda devia estar comemorando quando seu tempo foi por água abaixo.A sueca Therese Alshammar ganhou os holofotes em seguida, na outra bateria. Ela, que na sessão da manhã tinha feito 25s44 para estabelecer o melhor tempo do campeonato, completou os 50m após 25s07.

A brasileira Daynara de Paula conseguiu o recorde sul-americano com 25s85 e ficou com a sétima vaga na final. A outra brasileira Gabriella Silva, esperança de bom resultado, ficou de fora da final.

Cielo passa em quarto para a final dos 50m livre

julho 31, 2009

O melhor tempo das semifinais foi do francês Frederick Bousquet. Ele nadou em 21s21 e roubou do brasileiro o recorde do campeonato (21s37). Bousquet é o recordista mundial da prova, com 20s94. O segundo melhor tempo desta sexta-feira ficou com o croata Duje Draganja (21s29), e o terceiro foi de Amaury Leveaux, da França, com 21s32. Cielo ficou em quarto com 21s35.

Apenas uma opinião… parte II

julho 30, 2009

Num post do dia 14 de julho, falei que Cielo iria se dar bem no mundial. Falei que ele tinha muitas chances de vitória nos 50 livre e brigar de igual com Bernard. Mas que ele crescia em momentos importantes.

Eu errei, Cielo não brigou de igual com Bernard, Cielo sobrou, sobrou tanto que além de ganhar o ouro, baixou até mesmo o tempo não validado de Bernard que era 46s94. O brasileiro “só” nadou para 46s91, não era o tempo que ele tinha colocado na sua já famosa parede, o tempo era 46s89 mas 2 centésimos  nessa hora nem conta muito, ou quase nada.

0,,21509591-EX,00

 

Cielo conquista o primeiro ouro desde Ricardo Prado em 1982 no mundial de Guayaquil. Antes da prova ele se bateu muito, mostrou a camisa da equipe brasileira para as câmeras. Ao cair na água diferente do que eles faz sempre que é se impor e sair na frente, ele virou em segundo para uma volta arrasadora. Para no final vibrar, bater na água, emocionante!!!  E diferente do papelzinho do Phelps, os franceses favoritos também abraçaram Cielo, todos simpáticos e sorridentes. Coisa que se repetiu no pódio, o brasileiro antes de receber a medalha deu um forte abraço nos franceses.

l3936282

 

Muito bom ver um brasileiro batalhador vencer, o “moleque” é muito bom, já é um o maior nadador da história do país com apenas 22 anos. Ouro e bronze nas olimpíadas e agora ouro no mundial em uma prova que nem é o seu foco principal.

Amanhã, começam as eliminatórias dos 50m livre e sábado tem a final. Essa vai ser ainda mais emocionante, Cielo vai com tudo, vai voar muito motivado e com certeza vai nadar para vencer e baixar o recorde, acho que baixar as casa dos 20s90.

Vamos todos torcer, ele merece muito.

 

Obs: Depois do pódio, uma emissora americana entrevistou Phelps, que de forma humilde disse que não ganharia de Cielo.

Cielo leva ouro e recorde nos 100m livre

julho 30, 2009

O brasileiro César Cielo ganhou o ouro com direito a recorde mundial na prova dos 100m livre no mundial de Roma. Com o tempo de 46s91, ele bateu em primeiro e é o segundo brasileiro a ter o recorde da prova, o primeiro tinha sido Manuel dos Santos em 1961.

Favorito para vencer a prova, Alain Bernard conquistou a prata com 47s12, e o bronze ficou com Frederick Bousquet em (47s25. O brasileiro Nicolas Oliveira também disputou a final, mas terminou em oitavo, com 48s01.